Filme: Shame | Muito Mimada

Filme: Shame

Oi meninas que saudade de postar aqui andei um pouco ausente por conta das atividades de fim de ano, nem deu tempo para falar das minhas metas, mas prometo registrar aquí logo logo oque pretendo fazer em 2013 para melhorar minha vida. Pra começar já adianto me coloquei um desafio de ver ao menos um filme por semana, acho que isso amplia muito nossas idéias além de ser uma ótima forma de distração, o filme escolhido dessa primeira semana de janeiro se chama Shame do diretor Steve McQueen, a história mostra um homem (Brandon Sullivan, interpretado por Michael Fassbender) bem sucedido  independente e muito bem apessoado que vive em Nova Iorque sozinho e que guarda um segredo: é viciado em sexo! O filme desde o inicio é um pouco chocante as cenas de nudez são explicitas, mas nunca chega a ser vulgar, consegue passar muito bem a realidade vivida pelo personagem, ele tem extrema dificuldade de se relacionar com as pessoas e não consegue manter relações duradouras ou com algum envolvimento emocional, chega ate a rejeitar os contatos da irmã (Sissy, intrepertada por Carey Mulligan) que sempre liga querendo saber como ele está.

Certo dia a irmã chega de surpresa em seu apartamento e sua rotina é totalmente perturbada, ele constantemente tem encontros com garotas de programa, tem milhares de materiais pornográficos em casa, acessa diariamente site de sexo, enfim....

A irmã é uma pessoa bem difícil também, se apaixona constantemente, se entrega facilmente a seus impulsos e sofre extremamente por ser inconsequente, a convivência é quase impossível.
E esses problemas fazem com que o personagem chegue ao extremo em seu vicio, em algumas cenas ele ate parece outra pessoa bem transtornada como se explodisse com toda aquela situação, assim como ele a irmã também explode e tenta de uma forma radical dar uma solução para tudo aquilo, em uma das cenas Sissy relata que eles não são pessoas más e que não tem culpa de onde vieram oque pode denunciar abusos durante a infância, o filme termina sem muita resolução para tudo aquilo, ele não tem um fim, oque de fato acontece, e o grande lance do filme é reconhecer como hoje em dia  a rotina do personagem está cada vez mais comum, as pessoas andam muito mais sozinhas, visam primeiro uma vida boa e sucesso profissional, e deixam as relações afetivas de lado contentando-se normalmente em saciar as vontades sexuais de uma maneira superficial.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A opinião de vocês é muito importante, deixe um recadinho

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...